In Resenhas

Meia-Noite em Pequim


Seguindo o estilo jornalístico o livro, vou ser direto: Meia-Noite em Pequim é um livro-reportagem sobre o assassinato de Pamela Werner, filha de um ex-cônsul britânico na China, em 1937. O crime foi especialmente chocante na época, não apenas porque a vítima era muito "improvável" (ao contrário da maior parte das pessoas que eram assassinadas na China entre-guerras, Pamela não se envolvia com drogas ou prostituição e nem com lutas políticas), mas também por causa da brutalidade do assassinato: o corpo foi encontrado cheio de cortes e hematomas terríveis, e com órgãos internos removidos.


O estilo do autor, Paul French, é bastante ágil, transmitindo ao leitor tudo o que ele precisa saber para se situar na história: as diversas culturas que predominavam na China naquela época, a história de vida dos personagens (a vítima, o pai dela e os investigadores responsáveis, principalmente) e várias descrições de locais. Embora se trate de um livro de não ficção, o autor pega emprestados recursos literários para deixar a narrativa mais envolvente para o leitor.


A grande quantidade de informações é ao mesmo tempo um ponto forte e um defeito do livro: são tantas descrições e explicações que fica difícil manter a concentração na leitura, pelo menos nos dois primeiros capítulos. Como é um contexto muito... distante (um outro país, no outro lado do mundo, mais de 70 anos atrás), fica difícil formar um "quadro" na cabeça. Mas, se o leitor não desanimar nesse começo, vai ser recompensado com uma leitura envolvente – daquelas que não dá vontade de interromper.

Não vou entrar em detalhes sobre a história, para não estragar as surpresas.


Quanto ao projeto gráfico em si, Meia-Noite em Pequim é um livro muito bonito. A imagem da capa, o verniz localizado, a diagramação... tudo colabora para deixar a experiência de leitura ainda melhor. No final, tem um apêndice com fotos dos principais personagens e locais que aparecem na história, um triste lembrete de que estamos falando de uma história real...

Para comprar o livro acesse esse link.

Dúvidas? Sugestões? Digam nos comentários!


Quem quiser me acompanhar em outras redes, é só seguir:





Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu cometário ;)